Radiestesia

florzinha Radiestesia, a arte de ler vibrações

A arte da radiestesia surgiu em tempos bem remotos e era praticada por quase todos os povos da antiguidade: chineses, hindus, egípcios, persas, etruscos, polinésios, peruanos, hebreus, gregos, romanos e gauleses.

A radiestesia não é um ‘objeto da ciência’. É uma faculdade, ‘um poder especial’, baseado numa sensibilidade neuromuscular, ou seja, uma capacidade de observar as reações e respostas de qualquer sistema, ambiental ou corporal.

A Radiestesia é a Arte de provocar e medir o espectro inteiro das radiações dos reinos mineral, vegetal, animal, humano e cósmico- telurico, através da percepção sensorial e extra-sensorial, ampliadas por aparelhos como o pendulo, a vara, a forquilha e todos os instrumentos psicotrônicos e radiônicos. Seu método é responder com sim ou não, verdadeiro ou falso, e seu objetivo é apreciar o valor das hipóteses formuladas, a fim de encontrar a solução ideal para um problema.

A radiestesia não é outra coisa que a arte de por em jogo direta e voluntariamente a atividade inconsciente na busca de objetos impossíveis de se descobrir por outros meios (entendendo-se por busca tudo aquilo que possa ser objeto de indagações diversas).

A atividade do radiestesista é, portanto, predominantemente mental, e depende inteiramente do seu inconsciente, o qual responde aos aos seus questionamentos. O radiestesista pertence à psicologia e à psicofisiologia, e não à física. Seu exercício não é um mistério, dependendo simplesmente da educação da mente, que utiliza elementos da psicologia clássica: o estudo do inconsciente, da atenção voluntaria e do pensamento.

White crystal pendulum for divination isolated on white background; Shutterstock ID 361764713

Cabe ao radiestesista centrar o esforço de sua vontade na aplicação da atenção voluntaria ao objeto da busca, expressando o desejo com calma e convicção, esperando a resposta do inconsciente. O inconsciente trabalha para responder sem nenhum desgaste de energia mental.

A Radiestesia é a técnica do Método Cristalys de avaliação energética, utilizando o pêndulo como instrumento de pesquisa.